emdefesadasarvores@gmail.com

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Continuam a intervir no arvoredo de Lisboa sem conhecimento e de forma danosa.

Enterramento do tronco de diversas árvores no  Jardim Roque Gameiro (Cais do Sodré)

Exmo. Senhor Vereador 
Arq. Manuel Salgado

Vimos alertar V. Exa. para o facto de, no âmbito das obras que decorrem no Cais do Sodré, sob a égide do programa Uma Praça em Cada Bairro, se verificar o enterramento do colo e parte do tronco das árvores da placa central do Jardim Roque Gameiro, conforme foto que juntamos. 

Tal procedimento é, a nosso ver, totalmente desaconselhável não só porque não se coaduna com as regras e directivas da arboricultura moderna como, mais importante, poderá conduzir, como já conduziu em várias ocasiões (ex. jardim da placa central da Praça de Londres), à morte das árvores, árvores estas cuja salvaguarda assume particular importância nos pressupostos do programa referido, mais a mais sendo árvores de grande porte, que fazem parte da memória colectiva. 

"O enterramento de uma parte do tronco das árvore traduz-se na morte de uma grande parte das raízes finas que absorvem a água e os sais minerais. Segundo Urban (2008), quando se eleva a zona da cota do solo mais de 15 cm, criam-se condições desfavoráveis ao desenvolvimento de novas raízes e provoca-se a morte de raízes existentes" (in relatório recente do LPVVA

Consideramos, pois, que é essencial a revisão do projecto com vista ao desenterramento dos troncos, pelo pedimos a V. Exa. que dê indicações aos serviços para corrigirem a obra, enquanto tal ainda é possível. Lamentamos, ainda, a falta que faz a existência de um Regulamento Municipal do Arvoredo capaz de clarificar e regulamentar este tipo de intervenções.